quarta-feira, 27 de maio de 2009

Ramon Valdez (1923 - 1988): Seu Madruga



FICHA TÉCNICA
Nome Completo: Ramón Gómez Valdés y Castillo
Apelido: Monchito
Nascimento: Nayarit, México, em 1923 (não se sabe o dia)
Faleceu em: 09 de agosto de 1988.
Personagens: Seu Madruga (em Chaves), Racha Cuca, Pistoleiro Veloz, Tripa Seca e Mão Negra (em Chapolin)
Dublado por: Carlos Seidl

BIOGRAFIA
Ramón Valdez foi um ator mexicano que se imortalizou interpretando Seu Madruga (Don Ramon), na série Chaves (El Chavo del 8). Nasceu na Cidade do México, mas ainda bebê se mudou com a família para Ciudad Juárez. Se tornou ator assim como os irmãos, Tin Tan e El Loco Valdez. Com um papel de um bêbado, Ramón entrou no programa Los Supergenios de La Mesa Cuadrada, ao lado de Roberto Gómez Bolaños, Ruben Aguirre e Maria Antonieta de Las Nieves. Logo, Bolaños criou Chaves e Chapolin. Ramón foi convidado e aceitou participar das séries.

Torcedor do Necaxa, Valdés era um homem admirável e com tamanhas e indescritíveis virtudes. Amigos mais próximos dizem que Ramón Valdés gostava de usar roupas cômodas e que não se misturava muito em festas, era extremamente calmo e muito diferente de seu personagem Seu Madruga. Curiosidade ou não, as roupas com que Valdés atuavam era as mesmas que ele andava no dia-dia. Um amante do cinema, trabalhou em mais de cinqüenta filmes, às vezes trabalhava em cinco filmes no mesmo ano, na maioria das vezes ao lado de Cantinflas ou de Chespirito.

Ramón Valdés possuía um problema mental, mas isso não afetava sua interpretação. O ator chegou a ser considerado um dos melhores do México. Chespirito conta que ele era genial, decorava os textos rapidamente e era o que menos falhava em cena. Nascido no berço de ouro do humor, o ator foi irmão de dois grandes atores humorísticos: os inesquecíveis Manuel Valdés “El Loco” e German Valdés “El Tin Tan”. Valdés possuía uma amizade muito forte com Carlos Villagran (Kiko) e Angelines Fernandes (Dona Clotilde). Em 1979, Ramon abandonou o seriado de Chespirito em respeito a seu amigo Villagran, e junto a ele, foi fazer os programas de Kiko na Venezuela.

MORTE
Um fumante assíduo, Ramón foi internado com um câncer. Carlos Villagrán disse que o visitou e combinou "se encontrar com ele no inferno". Valdez faleceu. Sua morte foi duramente sentida pelos amigos mais próximos: Segundo sua filha, Angelines Fernández ficou muito tempo ao lado do túmulo de Valdez, conversando com ele. Edgar Vivar diz ter sabido da notícia ao voltar de uma viagem, ainda no aeroporto. Bolaños disse que o único humorista que já o fez rir de verdade foi Valdez. Maria Antonieta se emocionou em uma entrevista em uma pergunta sobre Valdez, chorando muito, de Las Nieves disse que Valdez era como seu pai.

Antes de morrer, Ramon havia casado três vezes e deixado dez filhos. Em 9 de agosto de 1988 o humor ficou mais pobre: morria Ramón Valdés, deixando milhões de fãs espalhados por todo o planeta.

VÍDEOS

A história de Ramon Valdez



"Don Ramon" em apresentação em uma emissora de televisão chilena, em 1982 - Festival de La Una


O casamento de Seu Madruga e a Bruxa do 71 (inédito na TV brasileira)



Fontes: YouTube, Chespiritopedia, Chespirito.org, Vila do Chaves.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails